Pra quem ainda nem sonha em saber, meu cabelo é naturalmente cacheado. SIM!!! Desde pequena eu nunca curti muito os cachinhos, sempre prendia ele num coque e molhava o comprimento e a raiz o tempo inteiro pra ver se assim eu conseguia abaixar o volume. Loucamente burra, né? 

Fiz uma rápida (e longa) retrospectiva sobre a minha “vida cabelística”, quer ver?

1- Meu cabelo é desse jeitinho aí quando tá sem alisamento, tintura ou qualquer outro tipo de química. Ele não era tããão volumoso quanto eu achava que era, os cachos eram definidos até. Depois dessa foto, aos nove anos decidi pintar as pontas de rosa (não tenho nenhuma foto pra mostrar porque naquele tempo eu era super revoltada com as câmeras e odiava tirar fotos #bolada), depois de pintar as pontas de rosa, decidi cortá-las e fiquei com ele na altura do ombro por um tempo. 
2- Depois que o comprimento voltou ao seu tamanho normal (e pensar que eu já tive um cabelo enorme…),  comecei a fazer escova inteligente nele à cada três meses e depois fiz mechas loiras bem fininhas. 
3- Depois das mechas veio a vez das californianas, eu sou bem sem noção e adoro mexer com tinturas e afins, então eu mesma fiz minhas californianas! Só que houve um probleminha…. eu queria que minhas pontas ficassem bem loiras, e quando eu descolori elas, o tom ficou um ruivo natural puxando pro caramelo. Tava lindooooo, meu cabelo não havia ressecado, tava perfeito, ninguém tinha acreditado que eu tinha feito aquilo sozinha, sem ajuda nenhuma. Só que na minha cabeça, aquele tom ainda tava muito escuro, eu queria algo mais claro… Então no dia seguinte eu taquei descolorante mais uma vez e daí consegui um tom muito amarelo horrível, além de acabar com os meus fios! Preciso dizer o quanto eu chorei? E o pior: era véspera de ano novo! 
4- Comecei 2013 com o cabelo completamente preto e ressecado até, a combinação descolorante + alisamento + tintura não foi legal, não foi…  Mas mesmo assim dei um banho de brilho nele. A partir desse dia ai eu comecei a cortar meu cabelo sozinha, do jeitinho que eu quero, e olha, prefiro meus cortes mega repicados do que perder os palmos de cabelo no salão! Posso até ensinar vocês num vídeo depois, se quiserem comentem aqui no post. 
1- Depois que o banho de brilho começou a sair, ele começou a ganhar uma coloração castanho escuro (meu tom natural), exatamente como eu esperava! 
2- Dia 31 de Julho, um dia antes de eu completar 15 anos, resolvi ir pro salão ficar ruiva! Pode-se dizer que essa foi a melhor mudança cabelística da minha vida, jajá eu digo o porquê… Assim que eu pintei, tive que cortar uns quatro dedos do comprimento, chorei litros porque ele acabou ficando na altura do ombro, achei mega curto e detestei o tom no início. 
3- À cada quinze dias eu ia pro salão pra retocar a raiz e pra tentar chegar o mais rápido possível ao tom que eu tanto sonhava, que é o meu atual, o tal do ruivo natural que eu gosto de chamar de laranjinha. Nessa foto aí ele tá bem vermelho porque a minha cabeleireira fazia o seguinte: ela colocava um tom mais escuro de vermelho pra que ele fosse desbotando de acordo com as lavagens, até chegar no laranjinha. 
4- Não tava curtindo o “método” da antiga cabeleireira, então voltei a frequentar o meu salão de confiança no qual eu frequento desde pequena com a minha mamai, hehe. Nesse dia ai eu retoquei a inteligente e pintei num “ruivo ferrugem”, quase castanho claro. Depois que desbotou eu praticamente fiquei loira, e não gosto de mim loira…

1- Depois de alisar ele ficou tão escorrido que eu não curti… Gosto de cabelo ondulado, por isso vivo fazendo cachinhos com a chapinha e amarrando ele e coques pra que quando eu solte, fique sempre ondulado e com volume. 
☁ 2- Gente, essa foto aí é print de um vídeo então vamos maneirar no bullying hahahahaha! Pintei ele no tom que sempre pinto: laranjinha natureba! Ele já tava com a inteligente indo embora, então consegui retomar o volume, balanço e ondulação aos poucos. 
☁ 3- A partir daí parei de fazer inteligente, comecei a deixar meu cabelo crescer com os cachos. Ele tava metade cacheado e metade liso espigado (valeeeeu “”inteligente””!) então eu usava chapinha pra alisar a raiz e fazia cachos no comprimento pra que ele ficasse sempre com essa textura aí. 
4- Continuei sem fazer alisamento químico e por conta disso, as minhas pontas sempre ficavam mais claras ou douradas do que a raiz. Mas isso não me incomodava tanto.
☁ 1-Depois que fiz 16 anos e depois que comprei um aplique que uma amiga trouxe lá de fora pra mim (super liso), resolvi escurecer o meu ruivo na mesma cor que o aplique. Nunca imaginei que algum dia eu pintaria meu cabelo numa tonalidade tão vermelha/vinho, mas eu pintei, já que o aplique é artificial e não pode receber nenhum tipo de química. Beleza, escureci e ameeeei! Além de conseguir ter o comprimento comprido que eu sempre tive (antes de ficar ruiva), consegui amar uma tonalidade mais escura que me fizesse lembrar minha época morena (eike sdd). Na luz artificial ele ficava dessa cor aí e eu tinha que fazer chapinha nele sempre que quisesse alongar o comprimento, já que o aplique é liso demais.
☁ 2- Já o sol….. Preciso falar o quanto eu amo essa foto? Não né! Meu cabelo (e o aplique) ficavam mega laranjinhas no sol, exatamente na cor que eu amo!
☁ 3- Depois de um mês mais ou menos, meu cabelo já não tava com a mesma cor que o aplique, ele já tava laranjinha sem ser no sol, sabe? Eu já podia voltar a usar ele ondulado e no tamanho original. Mas aí surgiu um coquetel pra eu ir e eu resolvi por conta própria pintar ele. Sim, eu pintei meu ruivo em casa, sozinha pela primeira e única vez até hoje! Não encontrei a cor exata do meu aplique então comprei uma tinta que chegava ao mais próximo possível da cor. Meu cabelo ficou só um tom mais claro que o aplique, coisa pouca mesmo, quase que impercebível. A tinta que eu usei foi a Revlon ColorSilk Vermelho 39, essa é a única tinta que eu posso falar porque é a única que eu sei (ainda tenho uma cachinha guardada aqui em casa).
☁ 4- Depois de uns meses, fui retocar aquele vermelho vinho porque queria usar meu aplique no Fortaleza Fashion Week, porém, fui em um outro salão, fui atendida por um péssimo cabeleireiro que simplesmente estragou tudo em todas as formas possíveis! Eu não tenho fotos senão eu mostrava a merda que ele havia criado. Pra resumir: ele usou uma das melhores marcas de coloração que existe, a Keune. E mesmo assim ele conseguiu fazer besteira…. Na raiz, sem mentira nenhuma, meu cabelo tava laranja florescente!!!! SIM, florescente, mega artificial! Se eu fosse pro sol aposto como aquila coisa brilhava feito luz neon. No meio do cabelo ele conseguiu atingir a cor que eu queria, junto com umas manchas onde ele não havia espalhado bem a tinta, e nas pontas ele botou uma cor mais escura eu acho, porque aquilo tava castanho escuro, juro pra vocês! Esperei sair bem aquela coisa horrível pra poder ir de novo no Marcelo, meu cabeleireiro de confiança, pra consertar o estrago. Deixei de usar o aplique e cortei umas pontas duplas (sim, foi eu que fiz esse corte), feias e ressecadas que sempre surgem. Fui obrigada a tirar uns quatro dedos, a coisa tava realmente feia e eu não suporto ficar com meus fios ressecados. Não consigo, me dá agonia só de olhar, quanto mais de sentir! 
☁ Agora ele está desse jeitinho aí, ó…. Eu amo essa cor. No sol ela fica bem laranja acobreado e na luz artificial fica nesse tom aí. Continuo livre da inteligente, ela já tá quase toda indo embora, falta um palmo só… Confesso que tá sendo difícil porque agora meus cachinhos tão super indefinidos, um horror! Uso sempre babyliss pra enrolar as pontas ou então aliso a raiz na chapinha e ondulo o comprimento. Ele fica o tempo todo com essa textura ondulada totalmente indefinida que nem a da foto, adoro esse ar de “revoltado porém comportado”, acho que meus fios já se acostumaram, posso alisar eles ao máximo na chapinha, mas sempre ficam ondulados depois de um ou dos dias. Sou mega preguiçosa pra lavar meu cabelo, chego a ficar até três dias sem lavar ele! Hahahahaha
Posso dizer que ter virado ruiva foi uma das melhores coisas na minha vida porque eu enjoou muito rápido do meu cabelo, tô sempre mudando (como vocês puderam ver), e o ruivo é uma cor que sempre vai desbotar, sempre! Então à cada lavagem eu tenho uma cor nova e isso faz com que eu não enjoe tão fácil, sabe? Já faz um ano que to nessa vida ruivística e posso dizer com toda a certeza do mundo que eu adoro! Houve alguns problemas no início, e também aquele episódio com o cabeleireiro mal humorado… mas com o Marcelo eu consigo sempre os resultados que eu quero, só preciso chegar lá com uma foto como referência que ele maz a mágica acontecer. Não posso dizer pra vocês qual tinta usei nesses processos todos porque eu pinto ele no salão então nunca sei qual numeração o Marcelo usa em mim. 
Eu sei que eu to devendo um vídeo pra algumas leitoras, falando sobre a minha saga ruiva e eu juro gente, eu vou gravar contando tudinho, desde as tintas que eu sei que ficam no resultado que eu o meu cabelo, até os cuidados etc. Só tenham um pouquinho de paciência comigo, por favor =(

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Lethicia

    6 de fevereiro de 2014

    O seu ruivo está simplesmente maravilhoso, valeu cada passo haha

    http://taodocequanto.blogspot.com.br/ BR

  2. Dienifer Reis

    8 de fevereiro de 2014

    Obrigada!!! 😀

  3. Suy

    6 de maio de 2014

    Vc é de Fortaleza? Onde vc compra a tintura Revlon color silk? tb uso a 39.

  4. Suy

    6 de maio de 2014

    Vc é de Fortaleza? Onde vc compra a tintura Revlon color silk? tb uso a 39.

  5. Dienifer Reis

    25 de maio de 2014

    Sou sim! Todas as minhas tintas eu compro na Cosbel, quando eu não pinto no salão…

  6. Suy

    27 de maio de 2014

    Tb sou de Fortaleza. Comprava a color silk na cosbel, mas eles disseram que nao irão vender mais. To muito chateada, pq gosto muito dessa tintura.

    Como vi que vc gosta de maquiagem, se vc tem interesse pelas marcas Avon e Eudora (do grupo Boticario), sou revendedora dessas marcas, se vc ainda não tem uma revendedora, vc pode me contatar. (annysu@gmail.com) Pontos de entrega são North Shopping, Unifor e UFC Benfica.

    Obg pela atenção Dienifer. 😉

Comentários no Facebook