18 jan, 2016 // por Dienifer Reis

A gente se prende por tanto tempo em uma zona de conforto que esquece que há um mundo de possibilidades. Nos prendemos em um mesmo cabelo, em uma mesma escola, nos mesmos tipos de roupas, em um mesmo grupo de amigos, em um mesmo trabalho, na mesma comida da mãe, nos mesmos lugares de sempre; assim como em tantas outras coisas que chega uma hora que o tédio é tanto e a única vontade é largar tudo. E, novamente, a gente se prende. Não no passado “abandonado”, mas na zona de conforto (de sempre…).
Com isso, criamos acidentalmente tabus, preconceitos, regalias, medos. Nos prendemos tanto, mas tanto a nossa realidade que esquecemos parcialmente que há muita coisa boa no mundo afora. E, dentre elas: tanta comida gostosa, tanto estilo legal, tanta música boa, tanto lugar diferente, tanta religião curiosa. Tanto mundo.
Lembro-me bem que quando eu era pequena, adorava mudar de escola. Mudar de casa, de vizinhança. Ainda fico tão feliz quando inauguram um lugar novo na cidade. Quando me convidam para fazer algo diferente. Quando mudo o corte ou a cor do meu cabelo. Ainda fico contente com mudanças. 
E é por essas e outras que te convido a mudar e experimentar algo novo. Respeito o seu medo de mudanças, caso o tenha. Entendo que o que a gente mais quer é ter uma identidade e ser fiel à ela. Mas já parou pra pensar que o que torna o cabelo rosa não é a cor mas a personalidade de quem o usa? Que o que faz da roupa um estilo não é o corpo em si mas quem a veste de verdade? Então, se você se sente uma pessoa morena, loira, ruiva ou colorida, vai lá e muda! Se não se sente mais à vontade no seu próprio espaço, redecore! Se teu trabalho ou curso na faculdade tá chato, mude para outra área! Se a timidez está te enchendo o saco, faça aulas de teatro, dance, escreva, fotografe-se, se expresse aos poucos! 
A minha lista de sugestões está aqui:
1. Mude alguns pensamentos rudes que você tem (eu sei que algum você deve ter). 
2. Pinte suas paredes com uma cor inusitada que você goste.
3. Mude o tamanho do seu cabelo.
4. Crie uma página na internet falando de fotografia, culinária, beleza, artesanato ou sobre o que você gostar.
5. Doe mais para quem precisa, seja sangue, brinquedo, roupa, comida…
6. Junte dinheiro e viaje para onde sempre quis ir, mesmo que isso demore alguns anos.
7. Abandone as desculpas e defenda uma causa, faça manifestações, conquiste o direito de animais ou pessoas. 
8. Deixe de vergonha e dê cumprimente o porteiro, a pessoa que cruzar com você no elevador ou o senhor que der bom dia na rua (nem todos são homens tarados a procura de caos).
9. Defenda suas ideias sem ofender ninguém.
10. Mude as unhas, deixe-as crescer ou corte-as do jeito que quiser. 
Deixa esse medo bobo de achar que vai ficar feio ou que não vai te favorecer, deixa de pensar que teu cabelo vai estragar, que a nova rotina não é tão legal, que a nova decoração não vai combinar com seus móveis etc. Deixa, só não deixa de experimentar. Ficar só na zona de conforto nem sempre é confortável. Mude para o que você quer ser, de dentro pra fora, de fora pra dentro. 
Solte o que há de bom confinado dentro de você.

Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

Comentários no Facebook