livros-que-quero-ler-nuveline
21 out, 2015 // por Dienifer
Faz muuuito tempo que não leio um livro completo. Isso me deixa boladona porque realmente gosto de ler e de me envolver nas histórias junto com os personagens, de me dar ao luxo de poder imaginar pessoas, roupas, alturas, ambientes, animais e vozes do jeito que eu quiser e achar melhor. Mas o que aconteceu é que, no meio de tanta coisa legal que aconteceu comigo no ano passado, devido aos vestibulares que fiz de lá pra cá, ao tempo que to tirando pra me dedicar ao blog e ao meu namoro acabo me vendo sem tempo de pegar num livro e ler. Mas ler pra valer, sem parar, sem pular, sem largar e depois de meses voltar.
Eu sei que nenhuma desculpa dessas é o suficiente, que eu poderia tirar minhas horas de Cady Crush (voltei a jogar depois de passar tanto tempo com raiva das fases malditas) e 1010! pra ler um livro, aprimorar minha escrita, meu vocabulário e conhecimentos gerais. Sim, eu sei. E é por essas e outras que quero e pretendo voltar a ler dois livros por mês ano que vem, porém gostaria de começar desde já.
Esses dias estive na Saraiva com Mozani e futricamos vários livros legais, uns a gente já conhecia, outros foram novidade – e das boas! Olha só os que eu mais gostei e tô desejando:
1. Por Uma Vida Mais Doce – Danielle Noce (Vende aqui, oh!)
As melhores receitas do I Could Kill for Dessert, o maior site de confeitaria do Brasil, agora em suas mãos. Conheça toda a delicadeza de Danielle Noce em mais de 170 deliciosas receitas. Explicadas de maneira muito simples, elas são acompanhadas de belissimas fotos que ajudarão voce a montar prefeitamente o prato.

2. Meu Universo Particular – Frederico Elboni (Vende aqui, oh!)
Se você já conhece o Fred, sabe que seus olhos vão brilhar ao correr por estas páginas, ao mesmo tempo em que um lindo sorriso – ou dois – se abrirá em seu rosto. Sabe que cada palavra terá um quê de diversão e sinceridade, e vai embalar você em uma conversa tão gostosa que a vontade de passar horas folheando este livro será imensa. Provavelmente você também sabe que ele ama compartilhar momentos e acredita verdadeiramente que a vida só faz sentido quando se tem alguns sonhos, lembranças, risos, cobertores e abraços. E, claro, alguém especial com quem dividir tudo isso. Aqui, ele abre seu universo particular e te convida para fazer o mesmo. Mas, caso você ainda não conheça o Fred, esta é a sua chance de se deliciar com esta coletânea de frases que traz o melhor dele

3. Um Ano Inesquecível – Paula Pimenta, Bruna Vieira, Thalita Rebouças e Babi Dewet (Vende aqui, oh!)
Dizem por aí que os melhores momentos da vida são vividos na adolescência. Os primeiros amores, os encontros, as festas, as viagens, as surpresas… E são sempre os instantes inesperados que transformam um dia comum em uma lembrança especial, daquelas que nunca deixarão de nos acompanhar. Este é um livro sobre esses momentos doces e sensíveis que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. Paula Pimenta nos leva em uma viagem de inverno. Babi Dewet conta como um outono pode mudar tudo. Bruna Vieira mostra a paixão brotando com a primavera. E Thalita Rebouças narra um intenso amor de verão. Histórias de um ano inesquecível que vão ficar para sempre!

4. Dia de Beauté – Vic Ceridono (Vende aqui, oh!)
Quase nada é tão divertido quanto maquiagem. O lema de Victoria Ceridono, blogueira e editora de beleza da Vogue, é especialmente verdadeiro em seu livro Dia de beauté – um guia de maquiagem para a vida real. Com mais de 130 fotos e ilustrações, promete ensinar tudo que existe entre um make básico, quase nada, e uma maquiagem para festa. Sem nunca perder o tom divertido, as dicas de Victoria são acessíveis, vindas de quem experimentou de tudo para descobrir o que vale mesmo a pena. Um livro para todo tipo de leitor(a) – desde iniciantes até obcecadas, passando por quem apenas busca dicas para sair da rotina, ou alguém não interessado que sem querer foi parar com o livro em mãos. Como Vic ressalta, a ideia desse livro é inspirar e despertar a vontade de mergulhar nesse fantástico universo da maquiagem e beleza.

5. Eu Não Sei Nada Sobre o Amor – Bruna Vieira 
Ainda não encontrei o sétimo (dá pra acreditar?!) livro da Bruna nas livrarias, mas ele reúne os melhores textos da autora já publicados na revista Capricho.

6. Não Se Apega, Não –  Isabela Freitas (Vende aqui, oh!)
Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal per-fei-to! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos. Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.

7. O Pequeno Príncipe, Edição Completa Versão Luxo – Antoine de Saint-Exupéry (Vende aqui, oh!
Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e encontram o sentido da vida. Com essa história mágica, sensível, comovente, às vezes triste, e só aparentemente infantil, o escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou há 70 anos um dos maiores clássicos da literatura universal. Não há adulto que não se comova ao se lembrar de quando o leu quando criança. Trata-se da maior obra existencialista do século XX, segundo Martin Heidegger. Livro mais traduzido da história, depois do Alcorão e da Bíblia, ele agora chega ao Brasil em nova edição, completa, com a tradução de Frei Betto e enriquecida com um caderno ilustrado sobre a obra e a curta e trágica vida do autor.

8. É Cada Coisa Que Escrevo Só Pra Dizer Que Te Amo – Lucão (Vende aqui, oh!)

Às vezes, as palavras do dicionário parecem não ser suficientes para explicar sentimentos tão intensos e verdadeiros como o amor e a saudade, mas Lucão tem o dom de misturá-las de um jeito tão excepcional, que consegue dar explicações perfeitas para o coração. Escreve em poesia os sentimentos que muitas pessoas não conseguem escrever ou falar em língua alguma. Em “É cada coisa que escrevo só pra dizer que te amo”, Lucão traz versos inéditos e faz uma compilação das melhores frases e poemas que publicou em seu blog – Abra o bico – ao longo de 10 anos. Nestas páginas há muitas facetas do poeta que nunca recusa um grande amor.
9. Tudo Que Se Perde, Tudo Que Se Ganha – Clarissa Corrêa (Vende aqui, oh!)
“Dizem que o corpo fala. Se isso é verdade, meu amigo, o meu grita.” Se tem algo que não existe é a perfeição! – Mesmo assim, estamos sempre correndo atrás da última novidade para secar a barriga ou para deixar o cabelo perfeito. Ser mulher muitas vezes parece ser um desafio diário que requer paciência, motivação e, principalmente, força de vontade! Força de vontade para lidar com as eternas insatisfações femininas, motivação para manter a autoestima em alta, paciência para lidar com quem ainda não percebeu que a beleza vai muito além daquilo que foi definido como padrão. Atenta a todas essas angústias que povoam o universo das mulheres, Clarissa Corrêa nos envolve com suas divertidas narrativas que mostram tudo o que se perde ao assumir que estamos infelizes e tudo o que se ganha ao se concentrar na mudança.

10. Para Todos Os Amores Errados – Clarissa Corrêa (Vende aqui, oh!)
Neste livro, a redatora publicitária e blogueira Clarissa Corrêa escreve sobre as desilusões de um romance avassalador. Clarissa é certeira, indo direto ao ponto por meio de relatos sinceros, que recheiam o livro e dão uma pitada diferente no modo de pensar o amor. Entre os altos e baixos do fim de uma relação amorosa, a história é contada e sentida a partir de desabafos escritos em primeira pessoa, os quais, segundo prefácio assinado por Pedro Bial, “baixa a calcinha dos homens e mostra a cueca das mulheres”. Cheio de citações a personalidades do cotidiano atual, o texto adquire um tom de veracidade e aproximação a cada página, criando uma intimidade até mesmo cômica com que já sentiu ou passou pela mesma situação, em que o amar e ser amado não é responsabilidade de um só.

11. Quando Tudo Começou – Bruna Vieira (Vende aqui, oh!)
Bruna tem uma lista secreta de sonhos que nunca contou para ninguém. Em uma cidade tão pequena que você provavelmente nunca ouviu falar, sua história começa. Nem tão alta, nem tão magra, nem tão divertida. Dizem que ela queria fazer as malas e explorar o mundo, mas antes disso vai precisar lidar com a timidez e enfrentar os primeiros dias na nova escola. Viajando com andorinhas e descobrindo as pontes que ligam a vida de uma garota comum aos seus sonhos, Bruna Vieira encontra o traço delicado da premiada ilustradora e quadrinista Lu Cafaggi, nos presenteando com a história de uma jovem que aprendeu a amar a vida e a si mesma antes de conhecer o mundo lá fora.
 
12. Para Todos Os Garotos Que Já Amei – Jenny Han (Vende aqui, oh!)
Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

13. Girl Boss – Sophia Amoruso (Vende aqui, oh!)
A autora conta como passou a adolescência viajando de carona, furtando em lojas e revirando caçambas de lixo. Aos 22 anos ela havia se conformado em ter um emprego, mas ainda estava sem grana, sem rumo e fazendo um trabalho medíocre que assumiu por causa do seguro-saúde. Foi aí que Sophia decidiu começar a vender roupas de brechó no eBay. Oito anos depois, ela é a fundadora, CEO e diretora criativa da Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares, com mais de 350 funcionários. Além da história de Sophia, o livro cobre vários outros assuntos e prova que ser bem-sucedido não tem nada a ver com a sua popularidade; o sucesso tem mais a ver com confiar nos seus instintos e seguir a sua intuição. Uma história inspiradora para qualquer pessoa em busca do seu próprio caminho para o sucesso.
14. Não Sou Uma Dessas – Lana Dunham (Vende aqui, oh!)
A autora apresenta uma coleção de relatos pessoais hilários, sábios e dolorosamente sinceros que a revelam como um dos jovens talentos mais originais da atualidade. Em Não Sou Uma Dessas, Lena conta a história de sua vida e faz um balanço das escolhas e experiências que a conduziram à vida adulta.
15. Eu, Você E A Garota Que Vai Morrer – Jesse Andrews (Vende aqui, oh!
Na trama, Greg tem apenas um amigo, Earl, com quem passa o tempo livre jogando videogame e (re)criando versões bastante pessoais de clássicos do cinema, até a sua mãe decidir que ele deve se aproximar de Raquel, colega de turma que sofre de leucemia. Contrariando todas as expectativas, os três se tornam amigos e vivem experiências ao mesmo tempo tocantes e hilárias, narradas com incrível talento e sensibilidade.

16. Cartas De Amor Aos Mortos – Ava Dellaira (Vende aqui, oh!)
Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.
E você, o que anda lendo ou querendo ler por aí? Me conta, vai!

Follow my blog with Bloglovin


Deixe sua opinião

Seu email não será publicado.



*

  1. Doce Cyn

    22 de outubro de 2015

    Esse ano li super pouco também, to começando a voltar agora e dentre esses que você mostrou um que mais gostei de ler foi Cartas de amor aos mortos, o livro é incrível. Tem muitos livros dessa lista que espero ler logoo!!
    Beijooo,
    docecyn.com.br

  2. Isadora Oliveira

    24 de fevereiro de 2016

    Eu já Não Se Apega Não e amei, é muito bom <3 Bjs

  3. Isadora Oliveira

    9 de março de 2016

    Este comentário foi removido pelo autor.

Comentários no Facebook